Empresa terá que indenizar cliente em R$12mil por quebrar o cartão de memória

Compartilhar

Postado em 26/05/2019 16:10

Um caso que chama a atenção dos profissionais da área de fotografia desperta as discussões sobre a real necessidade dos cuidados necessários após a conclusão dos trabalhos.

Foi decidido judicialmente que um cliente de Montes Claros, no interior de Minas Gerais, terá que ser indenizado pela empresa contratada em R$12mil por danos morais. O motivo? A empresa foi contratada para registrar uma festa de aniversário de 15 anos, e o fotógrafo que fez o serviço guardou o cartão de memória em seu bolso, quebrando-o ao se sentar sobre ele. Tentativas de recuperação dos dados não tiveram sucesso, e todas as fotos foram perdidas.

A empresa alegou ser um caso de força maior, achando injusto ser responsabilizada pelos danos. Por se tratar de uma relação de consumo, o relator do recurso, desembargador Antônio Bispo do TJMG, observa que a empresa deve responder pela reparação dos danos causados pelo defeito na prestação do serviço, independente das circunstâncias.

Em primeira instância, o juiz fixou a indenização em R$4mil, mas houve pedido de revisão pelo cliente e o valor aumentou posteriormente para R$12mil.

Fonte: Estado de Minas

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *