Macro fotografia e magnificação

Compartilhar

A macro fotografia nos permite descobrir um mundo completamente novo… mesmo em escalas tão pequenas, a natureza impressiona: são cores, formatos, simetrias…. belezas que nos deixam admirados! Fotografar uma macro é capturar detalhes pequenos de um objeto ou um ser, com riqueza de detalhes que as vezes são imperceptíveis a olho nu!

Diversas câmeras digitais possuem uma função macro, mas é um recurso muito limitado e que deixam muito a desejar. Para que consigamos uma macro verdadeira, é necessário ter uma DSLR e comprar uma lente própria para este tipo de fotografia.

Uma lente macro normalmente nos permite focar a uma distância muito menor que uma lente não macro e apresenta uma magnificação muito grande.

macroo

Mas o que é a magnificação?

A magnificação se refere à ampliação que uma lente é capaz de fazer de um objeto próximo e é representada por uma fração, uma razão entre o tamanho real do objeto e o tamanho da imagem projetada sobre o sensor. Como na geografia, é a representação de uma escala.

Exemplos: uma lente com magnificação de 1:2 (0,5x) é capaz de projetar sobre o sensor uma imagem com metade do tamanho real do objeto fotografado. Neste caso, esta lente tem uma ampliação maior que outra com magnificação de 1:3 (0,33x), que é capaz de projetar uma imagem com apenas um terço do tamanho real do objeto. Para que uma lente seja considerada macro verdadeira, ela deve possuir uma magnificação de pelo menos 1:1 (1x). Neste caso, a imagem projetada no sensor terá o mesmo tamanho da cena enquadrada na vida real.

Estes dados são tabelados pelos fabricantes e facilmente consultados com pesquisas na internet. Porém, se você quiser uma forma simples de calcular experimentalmente a ampliação máxima de sua lente para entender melhor o conceito de magnificação, fotografe uma régua e dividir o comprimento visível pelo tamanho do sensor de sua câmera.

No exemplo abaixo, foi utilizada uma câmara com um sensor APS-C, que possui aproximadamente 22mm de comprimento, e três lentes com magnificações diferentes.

magnificacao

Como podemos observar, quando uma lente com magnificação 1:1 é usada, a imagem é representada em tamanho real no plano do sensor. Por outras palavras, 22mm da régua preenchem completamente o enquadramento da fotografia.

Por meio de acessórios extras como tubos extensores ou filtros close-up, pode-se ampliar a magnificação de uma lente. Para uma lente que já possui 1:1, podemos então extrair resultados ainda melhores, como 2:1 (2x) na última imagem dos exemplos acima. Ou seja, neste exemplo a lente foi capaz de projetar uma imagem 2x maior do que o tamanho real do objeto.

Se sua lente não possui 1:1, estes mesmo acessórios podem te ajudar a alcançar ou chegar mais próximo de 1:1, o que quase sempre será uma solução mais barata do que adquirir uma lente dedicada a macrofotografias. Vejamos alguns deles:

Tubos de extensão:
São tubos ocos encaixados entre a objetiva e o corpo da câmera, diminuindo a distância mínima de foco. Por não possuírem nenhum elemento ótico em seu interior, não degradam a qualidade de imagem. Nos tubos mais baratos, não há contatos elétricos e por isso perde-se o auto-foco e a possibilidade de se alterar a abertura do diafragma. Importante destacar também que, com o uso de tal acessório, a lente perde a capacidade de focar de longe, ela apenas poderá ser usada para macros e closes.

tuboext

Filtros close-up:
São filtros enroscáveis na parte frontal da lente. Ampliam a imagem e estão disponíveis em diversas “potências de ampliação”, como +1, +2, 4+ e +10, podendo ser combinados 2 ou mais filtros simultaneamente e assim obter magnificações ainda melhores. Por serem um elemento ótimo a mais, causam certa degradação da qualidade de imagem.

tuboext2

Anel de inversão:
A uso da lente invertida é a solução mais econômica. Basta usar a própria lente que já temos, porém, encaixando-a de forma invertida na câmera com o auxílio de um anel adaptador. Também é possível segurar a lente com a mão (sem o uso do anel) fechando qualquer fresta para evitar a entrada de luz indesejável, porém é pouco prático e desnecessário. Também é possível usar uma combinação de lentes, colocando uma em posição normal encaixada na câmera e outra logo na frente, invertida:

invertida

Para se obter uma ampliação ainda maior, é possível utilizar mais de um dos métodos descritos anteriormente ao mesmo tempo. Por exemplo, pode-se utilizar uma lente com vários filtros close-up e um tubo extensor.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *