Como controlar abertura e tempo de exposição em câmeras automáticas

Compartilhar

Nem todas as pessoas têm a oportunidade de ter uma câmera profissional e possuem câmeras compactas, ou semi-profissionais, que geralmente são totalmente automáticas ou possuem ajustes manuais muito limitados. Algumas destas pessoas, mesmo com este tipo de equipamento, desejam ser capazes de fazer ajustes manuais, tendo controle sobre o resultado final.

Se você chegou até aqui, talvez este seja seu caso. A princípio, pode-se afirmar que sua câmera foi projetada para ser usada em modo Automático, tomando por conta própria todas as decisões sobre o melhor tipo de configurações.

Modos de disparo

Provavelmente ela possui diversos modos de disparo que te dão a capacidade de “dizer” o tipo de foto que será feita ou em que situação você se encontra. Os modos mais comuns incluem Retrato, Paisagem, Esportes, Noturno e Macro. Cada um deles ativará diferentes configurações na câmera, então é importante entender estas relações.

Dial de seleção de modos – Canon PowerShot A560

Confira algumas dicas abaixo:

  • Se você deseja ter mais desfoque ao fundo, use o modo Retrato, pois isso fará com que a câmera ajuste a maior abertura do diafragma possível;
  • Se você deseja o contrário, com tudo nítido e com o mínimo de desfoque, use o modo Paisagem, pois isso fará a câmera ajustar pequenas aberturas de diafragma;
  • Se você deseja tempos de exposição menores, use o modo Esportes, pois nesse modo a câmera assumirá que você deseja congelar ações;
  • Se você deseja tempos de exposição maiores talvez não consiga, pois poucas câmeras possuem algum modo automático que faça isso. Você pode tentar usar o modo Noturno, por ser mais preparado para situações de pouca luz, mas sem garantia de que dará certo. Neste caso cubra o flash, pois poderá ser disparado.

A partir destas dicas, você terá pouquinho um mais de controle sobre sua câmeras. Porém, se você realmente sonha em ter controle total sobre suas fotografias, a única solução será a troca do equipamento, se possível por DSLRs ou Mirrorless recentes.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *