Diafragma e abertura

Compartilhar

O diafragma é uma estrutura presente no interior de todas as objetivas. É composto por um conjunto de lâminas metálicas que se abrem e fecham para controlar o diâmetro do orifício pelo qual a luz passa ao entrar pela câmera. O valor da abertura é expresso através de números, conhecidos como “números f”.

Estes fazem parte de uma escala que se inicia em 1 e vai até números maiores, como 32. São de natureza inversa, ou seja, quanto maior o número, menor será a abertura do orifício e menor será a quantidade de luz que passará por ele, e vice versa. Na escala temos f/1, f/1.4, f/2, f/2.8, f/4, f/5.6, f/8, f/11, f/16, f/22, f/32, etc. Cada número maior representa a metade da luz que a abertura anterior permite passar. Ex.: f/8 permite a passagem de metade da luz de f/5.6 (um ponto abaixo), e o dobro de f/11 (um ponto acima).

aberturas

A representação pode ser feita de várias formas. Por exemplo: f1.8, f/1.8, 1:1.8 ou simplesmente 1.8. As câmeras possibilitam ajustar valores intermediários entre um ponto e outro, normalmente terços de um ponto (ou seja, entre f/5.6 e f/8 você teria que pular 2 pontos intermediários).

A abertura máxima sempre será indicada no nome de cada objetiva. Por exemplo, em uma lente “Canon EF 50mm F1.8”, a abertura máxima que a lente será capaz de fazer é 1.8.

Mas de onde exatamente surgiu esse número F?

O número F, como já pudemos perceber, representa uma fração, uma razão entre a distância focal da lente pela medida do diâmetro do orifício formado pelas lâminas. Indicando por uma fórmula matemática simples, F=(distância focal / diâmetro do diafragma).

Exemplo: A abertura máxima da Canon ef 100mm f/2 USM é F2. Ou seja, o diâmetro do orifício formado pelas lâminas do diafragma na abertura máxima equivale a 50mm.

A partir de então, observa-se que teleobjetivas com distância focal elevada devem ter diâmetros extremamente grandes para manter número F baixos. Por estas razão, lentes como essas são extremamente caras, grandes e pesadas de serem produzidas, e alguns limites toleráveis são alcançados a partir de 500mm. A lente com maior abertura aos 500mm produzida pela Canon tem abertura máxima de F4, e F5.6 em 800mm.

lentes2

Em lentes zoom, você poderá ver dois números F. Ex.: em uma lente Canon EF-S 18-55mm com a abertura indicada de “1:3.5-5.6”, o 3.5 corresponderá à maior abertura possível quando a lente estiver na menor distância focal (18mm), enquanto o 5.6 corresponderá à maior abertura quando a lente estiver na maior distância focal (55mm), havendo outras aberturas máximas nas distâncias focais entre 18 e 55mm. Lentes mais caras e de melhor qualidade podem oferecer uma abertura máxima constante ao longo de todo o range, indicando assim apenas um número F.

Compartilhar

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *